Semeando com fé e regando com lágrimas

Só podemos nos ajudar, quando saímos de debaixo do controle de nossas lutas e do âmbito da nossa dor.

Semeando com fé e regando com lágrimas

Há quem lute suas batalhas sozinho por causa da omissão de quem está perto e deveria estender a mão a ajudar, conforme testifica os próprios discursos de muitas dessas pessoas que se omitem. A virtude do omisso é dizer para si e para os outros "não busco fazer mal a ninguém", e isto lhe bastar, esquecendo-se de considerar que aquele que pode fazer o bem e não o faz já está pecando. Em contrapartida, há quem encoste ombro à ombro a fim de nos ajudar a carregar nossas cargas, mas ninguém deve entregar sua luta, transferindo-a por completo de si para o outro, porque as suas vêm na medida da sua capacidade e as dela na medida em que ela pode suportar. Portanto, dividir as suas cargas não significa entregá-las à responsabilidade de outros, porque assim não é dividir, mas se eximir de sua própria responsabilidade. Contudo, aquele que não olha apenas para si mesmo já é vencedor, esquecendo-se da sua própria dor para estender os braços a ajudar o que está abatido. A oportunidade aproveitada de ser útil cura as feridas daquele que não se acomodou, enquanto chorava seus próprios lamentos.

Primeiramente devemos nos ajudar, e só podemos nos ajudar, quando saímos de debaixo do controle de nossas lutas e do âmbito da nossa dor. E quanto a isto, é sempre você quem tem o poder de escolher lançar sobre Cristo toda a sua ansiedade, crendo em verdade que Ele tem um fardo leve e um jugo suave, e do qual diante dEle você possa deixar seus pesos insuportáveis.

Quando isto acontece, descobrimos o quanto nos fechamos em nosso pequeno mundo de isolamento, enquanto muitos estão a pisar firmes no chão da sua própria incerteza e necessidade, sem fazer delas, a senhora de suas vidas. Por isso, se tornaram fortes e esperimentados nas batalhas. E deles Deus se alegra, porque não olharam para o tempo, para então decidir lançar suas sementes. Nem preocuparam-se em procurar salvar as suas próprias vidas. Mas que estão a salvá-las, na medida em que escolhem entregá-las, para salvar a de outros.

"Quem sai andando e chorando, enquanto semeia, voltará com júbilo, trazendo os seus feixes."
Salmos 126:6