Dois Judeus Israelitas explicam o Evangelho em Jerusalém

O Evangelho é a pessoa de Cristo se relacionando com o homem

O que libertou estes Judeus da religião do judaísmo para encontrarem a vida em Cristo, o verbo e Palavra de Deus, não foram as palavras dos outros que lhe apresentaram uma maneira ou conjunto de regras, a que lhe foram dadas como aio para conduzir até Cristo, misturadas com suas próprias interpretações e limitando-os a ver conforme estes mesmos viam, mas sim, conhecê-lo como Ele, Cristo, o é, por meio das escrituras. Porque somente através de Cristo, revelado primeiramente a nós por meio das escrituras, é que podemos discernir a voz de Deus entre as muitas vozes no mundo. E somente assim, venceremos a religião que ainda oscila em nós, quebraremos as algemas da subserviência aos outros para dar lugar ao serviço do amor, por meio do amor que expressamos pelo nosso próximo. E, deixando os escritos paralelos, conclusões e percepções destes demais serem passadas na peneira do Evangelho,  buscando intimamente termos nossas próprias experiências pessoais com Cristo. Termos nossas próprias palavras a dizer sobre Ele. Disto, cada qual será cobrado na medida da luz que recebeu.